2ª a 6ª Feiras das 10h00 às 20h00 - Com prévio agendamento.

Rua Capitão Prudente, 51, Jd. Paulistano, S.Paulo

Fones: (11) 3082-8945 | (11) 99693-9555

Áreas de Atuação

Método Tomatis tem o objetivo de melhorar o desempenho motor e cognitivo

Áreas de Atuação:

O ouvido é o mais poderoso integrador sensorial do corpo humano.Mais de 80% da estimulação que nosso corpo recebe vem do nosso ouvido. A função de escuta tem um papel importante na estimulação cerebral e na plasticidade cerebral. Isto explica como o método Tomatis® atua em vários campos de aplicação.

  • ATENÇÃO
  • Habilidade e coordenação motora
  • APRENDIZAGEM
  • AUTISMO
  • DEPRESSÃO
  • Déficit de Atenção e Hiperatividade
  • EMOÇÕES
  • Sensibilização ao aprendizado de idiomas
  • STRESSS
  • VOZ E LINGUAGEM

Atenção é a capacidade de selecionar e manter na consciência um evento ou pensamento externo. Corresponde a um estado geral de excitação e alerta que permite ao sistema nervoso ser receptivo a qualquer forma de informação que o alcance. As dificuldades de atenção dirão respeito a crianças ou adultos que não podem se concentrar por períodos de trabalho suficientemente longos para serem realizados, mesmo que exijam pouco esforço intelectual e sejam rotineiros ou familiares (por exemplo, trabalho de revisão ou cópia).

Uma modalidade particular de atenção é a capacidade de dividir a atenção entre múltiplas fontes de informação ou tarefas. Essa modalidade de atenção é muito cara cognitivamente. Quando falha, pode ser uma fonte de dificuldade e sofrimento considerável para a criança em situação escolar.

Além de sua ação geral de estimulação cerebral (conhecida como excitação cortical), o Método Tomatis ® pode ter um efeito muito positivo na atenção seletiva. De fato, o método Tomatis ® baseia-se no sistema eletrônico Gating ® , que causa um contraste sonoro, cujo efeito surpreende o cérebro constantemente e naturalmente.

O objetivo é ajudar o cérebro a desenvolver mecanismos automáticos de detecção de mudanças. Uma vez que esses mecanismos sejam assimilados, o indivíduo pode selecionar mais facilmente informações relevantes e decidir rejeitar ou discriminar eventos paralelos.

Por esta razão, o Método Tomatis ® é uma abordagem complementar para apoiar crianças e adultos com transtorno de déficit de atenção com ou sem hiperatividade (TDA / TDAH).

O ouvido não apenas recebe som, mas também determina seu equilíbrio, ritmo e coordenação. Tente cobrir uma orelha enquanto caminha e você verá que sofre significativa perda de equilíbrio.

O equilíbrio depende do vestíbulo, a parte do ouvido interno que informa o cérebro do menor movimento do corpo. O ouvido está envolvido no controle da postura e na manutenção do equilíbrio. Através da sua ação no vestíbulo, o Método Tomatis® permite ao corpo recuperar a verticalidade reposicionando o esqueleto. De fato, sob o efeito sustentado das sessões de escuta, a consistência das mensagens enviadas ao cérebro através do vestíbulo das orelhas direita e esquerda é sincronizada. Como resultado, as respostas motoras são visivelmente menos descoordenadas e tornam-se mais fluidas e melhor organizadas. É por isso que o método Tomatis® tem efeitos benéficos sobre distúrbios motores.

A aprendizagem é todos os mecanismos pelos quais adquirimos automação ou conhecimento. É a capacidade de mudar de forma consistente e persistente o comportamento de alguém em resposta a informações ou a um evento externo. Aprender depende da capacidade de um indivíduo para mudar seu comportamento com base na experiência. Existem muitos métodos de aprendizagem, como aprender por recompensa, por fracasso, por imitação, por repetição, por criatividade ... Seja qual for o método, o aprendizado envolve a capacidade do cérebro de reorganizar constantemente a rede neural para incorporar novo comportamento e facilitar sua implementação. . Nós falamos de "plasticidade cerebral". Assim, devido à plasticidade cerebral, quando o mesmo evento se repete, o comportamento em resposta é mais rápido, mais preciso e mais intuitivo.

Com contrastes sonoros organizados para surpreender o cérebro naturalmente, o Método Tomatis® atua nessa plasticidade cerebral. De fato, ajuda o cérebro a desenvolver mecanismos de detecção e análise de mudanças. Assim, o Método Tomatis® é uma pedagogia que visa treinar o indivíduo para prestar atenção especial a eventos externos e novos. Facilita a integração de novas informações e permite ao aluno melhorar suas habilidades gerais e acadêmicas. É por isso que o Método Tomatis® é atualmente oferecido em centenas de escolas públicas e privadas, além de uma educação tradicional.

Durante a escola, a criança aprende principalmente com os erros. Embora seja normal e necessário cometer erros para crescer, é a persistência de certos erros direcionados e sistemáticos que devem levar a falar sobre dificuldades de aprendizagem, principalmente agrupadas sob o título de 'DYS'.

Estes problemas de aprendizagem não estão relacionados com a inteligência, mas são caracterizados por uma dificuldade para a criança operar adequadamente a rede neural ou certas áreas do cérebro. O objetivo do Método Tomatis® é permitir que a criança estabeleça circuitos compensatórios. Em outras palavras, não é possível curar uma deficiência de aprendizagem, mas é possível contorná-la ou compensá-la, permitindo que o cérebro explore outras redes neurais. Por exemplo, para dificuldades de aprendizagem ligadas à linguagem, o Método Tomatis® facilita a decodificação e análise do som e pode ser um apoio inestimável em casos de dislexia.

Os transtornos do espectro autista (TEA) caracterizam-se, entre outras coisas, pela dificuldade de interagir com o mundo exterior e, em particular, por uma anormalidade na comunicação social. Uma tese que se refere a este TEA acredita que os neurônios-espelho não seriam capazes de funcionar adequadamente. Esses neurônios estão distribuídos difusamente no cérebro. Eles têm um papel fundamental porque ativam as áreas do cérebro envolvidas no movimento e na linguagem, embora o sujeito seja passivo e observador. Na verdade, eles são essenciais para entender as ações, intenções e emoções dos outros.

Esses neurônios nos permitem projetar um movimento, prever uma sensação e sentir empatia. Em outras palavras, eles nos ajudam, por um lado, a nos colocar no lugar do outro e a projetar nossa ação, por outro lado. Eles, portanto, desempenham um papel essencial em nossas interações sociais e cotidianas, seja tão simples como "sorrir para alguém", para sentir os sentimentos dos outros ou para entender sua ação.

O método Tomatis ® é um impulso para o sistema de previsão. Na fase passiva, através da música tratada com contrastes especiais, o cérebro tenta decifrar os efeitos das mudanças. Na fase ativa a fala, fornece um tom e um ritmo que é automaticamente corrigido pela ação do ouvido eletrônico no circuito audio vocal. Em resposta, ajusta naturalmente o som de sua própria voz para corresponder ao que ele percebe. Para este propósito, o neurônio espelho da área de linguagem falada é solicitado diretamente. Desta forma, o Método Tomatis ® pode ajudar pessoas cujos transtornos são caracterizados por atrasos e alterações no desenvolvimento cognitivo, comunicação e interação social, como transtornos do espectro do autismo (ASD) e comportamentos por vezes associados a ele: síndrome de Asperger, transtorno de processamento sensorial ou síndrome de Down.

O método Tomatis® é uma ferramenta de apoio profissional a esses transtornos, mas não de forma exclusiva, sempre em conjunto com outras terapias.

Educar a escuta resolve problemas emocionais como agressividade e depressão em adultos, adolescentes e crianças. Isso é uma constatação baseada no fato que a função de escuta é um dos principais fatores de equilíbrio físico e emocional.

Quem não escuta bem pode ter dificuldades de relacionamento e de aprendizado, isso é uma constante em qualquer fase da vida. Entre outras coisas dificuldades na concentração, na emissão de sons e na memorização. Todos estes sintomas podem causar transtornos emocionais levando a ansiedade e posteriormente a depressão. Concretamente o Método Tomatis®, melhora a função de escuta e desenvolve condições emocionais para adquirir equilíbrio nos casos de ansiedade, depressão e stress.

“Um cérebro não tem férias, nem aposentadoria” Prof. Alfred Tomatis, otorrinolaringologista francês, inventor do “Ouvido Eletrônico” Com o passar dos anos um ouvido que funcionava bem e que subitamente não faz mais esforço para escutar, vai perdendo suas funções, isto causa dificuldades que levam o idoso a se isolar e a entrar em estado de depressão. Pouca gente se dá conta que tão importante quanto andar ou correr para exercitar os músculos, é necessário exercitar o cérebro, a memória e a criatividade. Podemos fazer isto através de um moderno método que estimula a escuta de músicas clássicas e faz uma ginástica nos músculos da orelha.

Essa ginástica é necessária para estimular a função da escuta. O idoso desenvolve a vontade de ler, aprender e voltar a se relacionar com o mundo. Agora no Brasil já temos possibilidade de fazer uma avaliação rápida e eficiente para verificar se está ocorrendo algo que possa estar ocasionando depressão e transtornos emocionais.

Através de um equipamento de alta tecnologia chamado “Ouvido Eletrônico”, desenvolvido pelo otorrinolaringologista francês, Dr. Alfred Tomatis, é feita uma estimulação neuro-sensorial que possibilita a melhora da função de escuta, da discriminação dos sons e da lateralidade. Esses aspectos são fundamentais para o desenvolvimento da leitura, do reconhecimento das letras e da compreensão de textos. Resultados significativos têm sido verificados em mais de 30 países, inclusive no Brasil.

O método motiva o paciente a aprender, tratando de diversas áreas, como por exemplo, atenção, memória, autonomia, expressão oral, leitura, compreensão, alterações de humor, agressividade e depressão.

Você já tentou chamar a atenção de alguém clicando nos seus dedos? Você usa o elemento surpresa para capturar a atenção. De fato, o cérebro é muito sensível a mudanças que não pode prever.

Atenção é a capacidade de selecionar e manter a consciência de um evento externo ou de um pensamento. Corresponde ao estado geral de vigília e à vigilância, que permite ao sistema nervoso ser receptivo a qualquer forma de informação recebida. Os transtornos de atenção afetam crianças e adultos e envolvem uma incapacidade de concentrar e manter a atenção. Uma modalidade específica de atenção é a capacidade de dividir a atenção entre várias fontes de estimulação. Uma deficiência de atenção impacta muitas funções cognitivas e não é apenas muito dispendiosa no sentido cognitivo, mas também é uma fonte de dificuldade e até de considerável sofrimento para uma criança em um ambiente escolar ou em qualquer ambiente de aprendizado.

O procedimento Tomatis ® baseia-se no 'Electronic Gating ® ', que produz um contraste sonoro perceptivo, para surpreender constantemente o cérebro, de modo a mantê- lo alerta e atento. O objetivo é ajudar o cérebro a desenvolver mecanismos automáticos para detectar mudanças, o que consequentemente reforçará a atenção seletiva.

A hiperatividade é apresentada por diversas alterações de comportamento, como agressividade, dificuldade de relacionamento social, dispersão e falta de atenção, dentre outros. Estes comportamentos podem ocasionar problemas de aprendizado. Estas crianças muitas vezes são consideradas levadas ou até mesmo preguiçosas.

Geralmente passam por repetências e tornam-se crianças com dificuldades escolares difíceis de serem superadas. O tratamento para hiperatividade do método Tomatis® é indicado para crianças e adolescentes com problemas de aprendizado, que envolvem dificuldades de leitura como troca de letras, pouca fluência verbal e falta de concentração nas tarefas.

Concretamente o Método Tomatis® melhora a percepção, aumenta a capacidade de atenção, concentração e memorização; desenvolve a coordenação motora e a habilidade da escrita, estimula a fala, melhora a dicção e a expressão verbal, equilibra as alterações de comportamento, a ansiedade, diminuindo e até resolvendo a hiperatividade.

Após uma avaliação é proposta uma série de sessões com músicas filtradas para a estimulação neuro-sensorial, acompanhadas de atividades lúdicas, gráficas e pedagógicas.

Para iniciar um tratamento é necessário fazer uma avaliação inicial no Centro Tomatis®. Estamos à sua disposição para atendê-lo. Entre em contato e marque uma consulta para avaliação e tratamento para hiperatividade.

Percebemos a importância de se exercitar para manter o nosso corpo em atividade, mas nem sempre percebemos que também é importante exercitar o nosso cérebro. É estimulando o nosso cérebro através de mensagens sensoriais sonoras que o cérebro nos energiza.esta estimulação pode ser prejudicada quando o cérebro desenvolve um mecanismo de proteção. Este mecanismo pode ser desencadeado após a vivência de um evento traumático chamado choque emocional.

O método atua no sistema límbico ( parte do meio do cérebro) ao qual o sistema auditivo está conectado. Essa parte do cérebro é responsável pelas emoções, memória e aprendizado. Além disso a parte interna do ouvido, chamada cóclea, é responsável pela recarga cortical. Assim, por sua ação no sistema límbico e no córtex pré-frontal, o método Tomatis® intervirá na regulação dos distúrbios emocionais relacionados a depressão e a ansiedade.

Cada idioma é caracterizado por um ritmo específico que é necessário integrar para falar corretamente. Assim, durante a nossa infância, o nosso cérebro aprendeu a identificar estruturas fonéticas específicas da nossa língua materna. Por outro lado, também aprendemos a ignorar as estruturas fonéticas incompatíveis com nossa linguagem. Na verdade, desde cedo aprendemos a codificar o ritmo da nossa língua e graças à voz da mãe. Este código de idioma será rapidamente um impedimento para o aprendizado de uma língua estrangeira, na medida em que são padrões sonoros diferentes da língua materna internalizada na primeira infância.

O Método Tomatis ® permite a qualquer pessoa que deseje aprender uma língua estrangeira, a capacidade de realmente possuir o ritmo da linguagem. É esse ritmo que permitirá ao indivíduo enxertar mais facilmente vocabulário, sintaxe e gramática. Um estudo realizado por sete universidades no âmbito de um programa europeu prova uma redução do tempo de aprendizagem pelo Método Tomatis ® .

Por favor, note que o Método Tomatis ® é uma abordagem educacional que não pode ser considerada como um tratamento médico. Em casos de dificuldades sérias, sugerimos que você use o Método Tomatis ® como suporte complementar a um tratamento terapêutico ou médico.

Educar a escuta resolve problemas emocionais como a agressividade, o stress e a depressão. Isso é uma constatação baseada no fato que a escuta é um dos principais fatores de equilíbrio físico e emocional.

Agora esta questão pode ser tratada por um método que usa um equipamento de última geração, "Ouvido Eletrônico". Trata-se do Método Tomatis®, criado pelo Profº Dr. Alfredo Tomatis, para estimular as áreas do córtex cerebral, responsáveis pela atenção, concentração e interação social.

Concretamente o Método Tomatis®, melhora a percepção do eu e desenvolve condições emocionais para adquirir equilíbrio nos casos de ansiedade, depressão e stress

A voz
A precisão com que percebemos e analisamos um som afeta nossas faculdades para reproduzi-lo. Uma transmissão de voz de qualidade também requer uma boa auto-escuta, isto é, exige a capacidade de ouvir a nossa própria voz para medir sua precisão, qualidade e intensidade.

O som da nossa voz é transmitido principalmente ao ouvido pela vibração dos ossos da nossa cabeça: esta é a “condução óssea”. Opõe-se à “condução aérea”, isto é, ao som que vem do exterior. Esse som é analisado pelo cérebro que, por sua vez, direciona um ajuste do gesto vocal. Então, há um vai e vem entre nossas orelhas, nossos cérebros e nossa voz. Este é o mesmo princípio do ciclo de retroalimentação auditivo natural. Quando esse loop é interrompido, geralmente por razões emocionais ou cognitivas, nossa escuta e, finalmente, nossa voz ficam comprometidas. Essa falha pode afetar o ritmo, o tom, a cor ou a intensidade dessa voz.

Isso pode resultar em falta de vontade de se comunicar, dificuldade de falar, falta de fluência, falta de precisão e exatidão, falta ou desequilíbrio do selo produzindo vozes muito baixas, muito agudas ou nasais, falta de expressividade da voz ou perda de controle de intensidade.

Ao trabalhar ativamente no circuito de retroalimentação auditiva por condução aérea e óssea , o Método Tomatis ® propõe restaurar o elo que conecta o cérebro, o ouvido e a voz.

Linguagem
Ao afetar a relação entre o ouvido, a voz e o cérebro, o Método Tomatis ® também é útil para ajudar pessoas com atraso na aquisição da linguagem. De fato, a linguagem verbal é determinada por uma cadeia complexa de sons articulados e organizada em um ritmo particular. Este ritmo baseia-se na altura e duração das frequências transmitidas e no intervalo de intensidade de cada som. O ritmo de uma linguagem é marcado principalmente pelos acentos tônicos encontrados nos ataques de palavras e vogais longas. A palavra é a nossa capacidade de gerenciar conscientemente esses sons. Chama-se "consciência fonológica". A falta de consciência fonológica é uma dificuldade em perceber e assim manipular os sons da linguagem.

Por tratar a voz do sujeito e transmiti-la por vias aéreas e ósseas, o método Tomatis® promove a percepção dos sons fundamentais da linguagem e pode ser um apoio terapêutico essencial ao tratamento de fonoaudiologia.

Públicos

Conheça o Método Tomatis®

Entre em contato:

11 3082-8945

                 

Depoimentos