MELHORIA DO APRENDIZADO DE LÍNGUAS E ORATÓRIA
(dirigida à executivos e estudantes)

Não há maus alunos em aprendizado de línguas e em oratória, mas, simplesmente, os que não escutam bem.

Num mundo globalizado e tão competitivo, cresce a necessidade de que o profissional seja fluente em mais de um idioma e tenha uma perfeita oratória. Esta situação tem feito com que executivos e estudantes busquem soluções rápidas e eficientes.Mas qual é a diferença entre ouvir e escutar? A audição é um ato passivo. Os sons são captados e percebidos pelo ouvido mesmo involuntariamente. A escuta é o ouvir com atenção. É um ato voluntário através do qual a pessoa se propõe e tem interesse em escutar. Através de um moderno método que corrige a escuta e estimula os músculos do ouvido médio, é possível otimizar a função da escuta, facilitando o aprendizado de novas línguas e de uma perfeita oratória.Agora no Brasil já temos possibilidade de fazer uma avaliação rápida e eficiente para indicar uma receita personalizada.

Através de um equipamento de alta tecnologia chamado “Ouvido Eletrônico” , desenvolvido pelo otorrinolaringologista francês, Dr. Alfred Tomatis, é feita uma estimulação que possibilita a melhora da função de escuta e uma abertura do ouvido para a discriminação dos sons e da lateralidade auditiva.

Webmail Centro Tomatis - Rua Capitão Prudente, 51 - CEP 05422-050 - Jd. Paulistano - São Paulo - SP - Tel.: (11) 3082-89-45 - e-mail - MT
Horário de atendimento: segunda à sexta das 10 às 21 horas. Sábado das 10 às 13 horas.